Skip to content

Maldição da Capa do Madden NFL

26/04/2012

Maldição da Capa do Madden NFL

Todo ano eu reciclo essa matéria e percebo que a maldição nunca falha.

Maldição da capa do Madden, eu não acredito, mas que ela existe, existe.

O jogo foi criado em 1989 só para PC com o nome de “John Madden Football” e em 90 foi feito para o console Sega.

Até 1998, o ex treinador e comentarista John Madden apareceu em todas as capas. Só à partir de 1999, a EA Sports, fabricante do jogo, começou a colocar jogadores na capa do mais popular video game de futebol americano.

A maldição do jogo começou em 1999 (Madden 2000) quando o extraordinário running back Barry Sanders foi colocado junto a John Madden na capa do Madden 2000 . O que aconteceu? Semanas antes da temporada, Barry Sanders anunciou aposentadoria por causa de divergências com a diretoria do Detroit Lions e nunca mais jogou. Ele tinha 31 anos. *

Em 2000 (Madden 2001), o running back Eddie George esteve na capa e mesmo sendo um jogador bem regular em toda a temporada, em um jogo dos playoffs contra o Ravens, ele acabou refletindo um passe que foi interceptado por Ray Lewis que marcou um touchdown. O Titans perdeu o jogo e foi eliminado (George machucou no ano seguinte e nunca mais foi o mesmo).

Em 2001 (Madden 2002), foi a vez do quarterback Daunte Culpepper , que teve uma temporada sem brilho, com constantes brigas com Randy Moss. As duas temporadas seguintes foram péssimas para Daunte (18TDs 23 Int). O Minnesota Vikings não foi aos playoffs após perder a final da NFC no ano anterior.

Em 2002 (Madden 2003), o “premiado” foi Marshall Faulk, que se machucou no meio da temporada e nos anos seguintes não conseguiu correr mais de 1.000 jardas em uma temporada (uma constante na vida de Marshall). O Rams não foi aos playoffs após perder o Super Bowl em 2001.

Em 2003 (Madden 2004) foi a vez do fantástico Michael Vick, quebrou a fíbula e ficou fora de grande parte da temporada. Não jogou 11 partidas. Alguns anos depois foi parar na cadeia por se envolver em rinhas e assassinato de cachorros. Trágico!

Em 2004 (Madden 2005), foi a vez do linebacker Ray Lewis (1º defensor), que pela primeira vez não teve uma interceptação na temporada, se machucou e não jogou o último jogo da temporada . O Baltimore Ravens não foi para os playoffs. Lewis perdeu metade da temporada de 2005 por causa de lesão.

Em 2005 (Madden 2006), um dos melhores quarterbacks da época Donovan McNabb foi escolhido, se machucou e perdeu metade da temporada (7 jogos), sem contar nas brigas e desmoronamento total do Philadelphia Eagles nessa temporada . Lembrando que o time chegou ao Super Bowl no ano anterior.

Em 2006 (Madden 2007) foi a vez do running back do Seahawks Shaun Alexander, melhor jogador da temporada anterior, que acabou lesionando o pé e perdendo 6 jogos. Teve sua pior temporada desde o seu primeiro ano na NFL. Outro que nunca mais foi o mesmo.

Em 2007 (Madden 2008) foi a vez do quarterback sensação Vince Young que além de ter tido uma temporada 2007 fraquíssima, com 9 touchdowns e 17 interceptações anunciou que estava com problemas psicológicos e estava se aposentando do futebol americano. Mudou de decisão logo depois, mas só jogou um jogo como titular em 2008.

Em 2008 (Madden 2009), a EA Sports resolveu mudar e colocou um jogador aposentado na capa, Brett Favre que tinha acabado de pendurar as chuteiras. Como sabemos, ele acabou voltando aos gramados, dessa vez com o uniforme do New York Jets, começou bem, mas machucou o braço no meio da temporada, o Jets acabou perdendo 4 dos últimos 5 jogos, ficando fora dos playoffs. Detalhe, na capa Favre estava usando o uniforme do Packers.

Em 2009 (Madden 2010) a EA Sports inovou novamente colocando 2 jogadores na capa, para ressaltar a épica batalha entre ataque e defesa. O safety do Steelers Troy Polamalu e o wide receiver Larry Fizgerald dividiram a capa. A maldição foi praticamente toda em Polamalu que lesionou o joelho logo no 1º jogo da temporada e perdeu 4 jogos, voltou a jogar por 3 jogos, mas lesionou o joelho novamente e perdeu o resto da temporada. Já Fitzgerald teve uma de suas melhores temporadas da carreira, mas perdeu um jogo dos playoffs com lesão no quadril.

Em 2010 (Madden 2011) o quarterback campeão do Super Bowl Drew Brees foi o escolhido, dando calafrios a todos os torcedores do New Orleans Saints que viram o seu QB dobrando o número de interceptações durante o ano e perdendo nos playoffs para o Seattle Seahawks, que tinha tido mais derrotas do que vitórias durante o ano. Sem falar na exposição do escândalo de premiação extra para jogadores machucados.

Em 2011, (Madden 2012) o running back do Cleveland Browns Peyton Hillis foi eleito pelo público a capa e perdeu mais de metade da temporada com 3 lesões diferentes. Após a temporada, Hillis deixou Cleveland e assinou com o Kansas City Chiefs.

Boa sorte Calvin Johnson !

* O running back do 49ers Garrison Hearst apareceu em apenas algumas cidades como capa do Madden 99, não na capa oficial. Teve uma boa temporada mas quebrou o tornozelo nos playoffs e perdeu as duas próximas temporadas.

Acredita na Maldição ? O que acontecerá com Megatron ?

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 10.277 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: