Skip to content

Universidade de Penn State é punida severamente pela NCAA

24/07/2012

Universidade de Penn State é punida severamente pela NCAA

Escândalo em Penn State, o caso Jerry Sandusky

Após 3 anos de investigação, a defensora geral do estado de Pensilvânia Linda Kelly indiciou o ex coordenador defensivo de Penn State Jerry Sandusky, 67, em 40 citações de crimes sexuais contra crianças ou adolescentes alegando contato inapropriado com 8 garotos em épocas diferentes .

Os pais de um garoto de 15 anos que sofreu esses contatos desde os 10, denunciaram o caso para a polícia em 2009. Outros sete garotos foram identificados por sofrerem abusos ou violência sexual de Sandusky de 1994 a 2009. Pelo menos 20 desses encontros aconteceram enquanto Sandusky era um empregado na Universidade de Penn State.

Sandusky trabalhou com o técnico Joe Paterno por 30 anos, sendo o coordenador defensivo de 1977 até 1999 quando se aposentou. Juntos venceram 2 títulos nacionais (1982 e 1986) e fizeram Penn State virar a “Linebacker University” pelo grande número de ótimos linebackers que passaram por lá.

O primeiro caso de pedofilia apareceu em 1998 quando dois meninos disseram que foram tocados pelo treinador. A mãe foi conversar com Sandusky e a polícia do campus aparentemente ouviu a conversa mas nada aconteceu. Sandusky assumiu ter tomado banho com os meninos e pediu perdão a mãe.

Coincidentemente, ou não, Sandusky se aposentou em 1999 mas continuou coordenando escolas de verão para adolescentes no campus da faculdade. O que é ainda mais bizarro se ficaram sabendo do primeiro caso.

Em 2002, o técnico assistente Mike McQueary viu Sandusky molestando um garoto de 10 anos nos chuveiros da universidade e disse a Joe Paterno, que passou a informação ao diretor atlético Tim Curley que não notificou as autoridades.

Depois do assunto se tornar público, o diretor atlético Tim Curley e o vice-presidente Gary Schultz perderam os cargos acusados judicialmente de mentir e de não notificar os acontecimentos para a polícia.

Após sofrer inúmeras críticas, a lenda Joe Paterno, de 84 anos , que a 61 anos faz parte da comissão técnica de Penn State e desde 1966 está no cargo de técnico principal, disse que iria se aposentar após a temporada.

Na época em uma nota Paterno disse: “Eu estou absolutamente devastado pelos desenvolvimentos desse caso. Eu rezo pelas crianças e pelas suas famílias e rezo pelo conforto e alívio deles”.

“Eu venho ao trabalho todo dia a 61 anos com um objetivo em mente: servir os melhores interesses desta universidade e aos jovens que estão sob meus cuidados. Eu tenho o mesmo objetivo hoje. É por isso que estou anunciando minha aposentadoria assim que acabar esta temporada. Não quero que a diretoria da faculdade perca um segundo discutindo sobre a minha situação. Eles tem coisa mais importante para fazer”.

Terminou dizendo: “Isso é uma tragédia . Gostaria de ter feito mais. Vou manter a minha responsabilidade com os jogadores e comissão técnica e terminar a temporada com dignidade e determinação e depois passar o resto da minha vida fazendo de tudo para ajudar essa universidade”.

Paterno foi mandado embora antes da última partida.

A punição

Nessa segunda-feira a NCAA anunciou a punição ao programa de futebol americano da Universidade de Penn State, que foi omissa, ignorou de forma completa em todos os setores de comando um caso gravíssimo como o de Sandusky.

O programa foi multado em $60 milhões de dólares, o time não poderá jogar Bowls pelos próximos 4 anos, a universidade terá o número de bolsas escolares diminuídas de 25 para 15 por ano e será apagada todas as vitórias do time de 1998 até 2011.

Todos os jogadores do time podem pedir transferência para outras universidades sem nenhuma punição. Normalmente, ele teria que esperar um ano para voltar a jogar.

A Universidade de Penn State retirou no domingo a estátua de Joe Paterno que ficava no campus.

Paterno era o segundo técnico mais vencedor na história da NCAA com 409  mas com 111 vitórias apagadas de 98 até 2011, caiu para 12º.

About these ads
10 Comentários leave one →
  1. 24/07/2012 13:40

    Foram punidos e com razão. Omissão é crime. Sendo o crime pedofilia, a omissão torna-se ainda mais horrenda. Da forma como tudo se desenrolou, a sensação é que foram coniventes com o criminoso. Agora tentar apagar o cara da história? O cara venceu, tá lá documentado, não há como mudar isso. A menos que a NCAA tenha um destes: http://goo.gl/Rui8F

  2. Lucas Meneghel permalink
    24/07/2012 15:04

    O Sandusky tá preso?

    • Eric permalink
      24/07/2012 22:27

      Ele aguarda a setença. Mas foi condenado em 45 da 48 acusaçöes

  3. Igor Cometti permalink
    24/07/2012 15:19

    NCAA totalmente errada nas punições. Não adianta defender essas punições, está fora da jurisdição da NCAA. Isso é caso para ser tratado pela justiça civil americana.

    Pra que tirar as vitórias conquistadas pelos atletas que derem sangue aos sábado? O baca molestar as crianças não interferiu em nem um resultado de jogo. O mesmo vale para a universidade não jogar Bowls. ta errado, nego vai pra lá pensando em dar sangue para ganhar um Bowl. E o que falar em multar a universidade em 60 milhões? Podem falar que multou o programa, mas vc acha mesmo que essa multa vai refletir somente na parte do football? Essa multa ira afetar toda a universidade, até mesmo a parte acadêmica e consequentemente pessoas que não tem nada a ver com esse história toda. Sem contar que a cidade só cresceu consideravelmente quando o programa de futebol americano passou a ser famoso

    Fazer a universidade pagar pelo que meia duzia de babacas fizeram está totalmente errada. A universidade vai levar cerca de 6 anos, no mínimo, pra voltar ao que era.

    • Thiago permalink
      24/07/2012 16:37

      acredito que esse prazo que voce citou por ultimo deva se estender.
      concordo contigo sobre as penas aplicas à Faculdade. mas acho que por razão delas a credibilidade da instituição ficará marcada por mais tempo do que possamos imaginar.

  4. 24/07/2012 17:04

    que f#da hein… nao conheço historia dele, mas sera que o Paterno merecia isso tudo???? sei la…

    • Lucas Meneghel permalink
      25/07/2012 13:54

      Tb acho que tanto a universidade qnt a mídia tao pegando pesado com ele!

  5. ivan permalink
    24/07/2012 23:12

    As punições estão dentro da atribuição da NCAA que é desportiva e à qual a universidade se submete. Na justiça civil o que se discute é a indenização dos lesados frente ao agressor e a quem participou, ativa ou passivamente, viabilizando o dano causado. Quando um agente de uma pessoa jurídica age ou se omite, a ação ou omissão é atribuída à pessoa jurídica a que está vinculado ao agir. Nos EUA, diferentemente do Brasil, quem faz uma coisa dessas responde pelo que fez. Essa é uma significativa diferença entre os dois países.

    • Igor Cometti permalink
      24/07/2012 23:51

      O que eu quis dizer, é que isso vai muito alem da NCAA. que por sinal, agiu de forma errada volto a dizer

  6. Mateus Faria permalink
    25/07/2012 13:45

    Eu acho que a NCAA agiu de forma exagerada mas não errada, umas das atribuições da universidade é zelar pelos seus estudantes e mesmo quando o coach e o diretor de esportes descobriram nada foi feito, Sandusk mesmo depois de aposentado ainda continuava ministrando alguns summer camps na universidade o que é pior. Os 60 milhões de multa que é o valor gasto pela universidade com football em um ano vai para instituiçoes contra a pedofilia e os parentes das vitimas o que tambem é muito justo assim como as reduçoes das bolsas e a proibiçao dos bowls, errou tem que pagar e nenhum jogador sera prejudicado,só a faculdade ja que os jogadores foram permitidos mudar de college e ja começar como titular, Silas Redd (RB) ja é quase um Trojan e o CB Ross Douglas foi para o rival Wolverines, mas a maior punição para a universidade com certeza é a mancha que fica na sua história, pois nenhum pai ou responsável vai querer pagar (mesmo que ganhem bolsas) para que seus filhos vão para uma instituiçao com esse histórico isso sim vai pesar no orçamento da universidade. Agora retirar vitórias, premios etc de jogadores e da faculdade não concordo assim como no caso reggie bush com o heisman, pra mim nenhuma conquista deve ser retirada a não ser por doping.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 10.106 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: