Skip to content

A culpa não é do kicker

09/10/2015

Garrett-HartleySaints

Kicker Garrett Hartley após um field goal errado no ano passado

Coluna Soltando o Braço: A culpa não é do kicker

Por Danilo Müller

Vivemos em um mundo habitado por viciados em fantasy football e assinantes do NFL Game Pass que passam o domingo assistindo jogos na Red Zone e passando raiva com os erros dos kickers de todos os times, às vezes até do rival.

Nunca se falou tanto dos kickers e seus erros quanto nas últimas semanas.

Kickers nunca foram considerados jogadores de futebol americano pelos outros atletas, treinam separadamente, sentam sozinhos no banco de reserva  e muitas vezes não são cumprimentados após acertos, por “estarem fazendo a obrigação”, após erros, muito menos.

Na NFL antiga os kickers eram muitas vezes estrangeiros ou filhos de imigrantes, cada um com seu estilo, muitos eram desajeitados, excêntricos, que diferente dos jogadores de futebol americano, sabiam chutar.

Até hoje ainda existe um resquício disso, e não recebem a importância devida. Pelo menos 4 jogos do seu time na temporada serão definidos por erros ou acertos de kicker.

Se você está com a impressão que os kickers estão errando muito mais esse ano do que no ano passado, os números mostram que não é o caso.

Foram 14 field goals errados no final de semana, 3 deles definindo as derrotas de Pittsburgh Steelers, Jacksonville Jaguars e Philadelphia Eagles, mas os números mostram que a percentagem de acerto são similares a do ano passado após 4 semanas, em 2014 os kickers acertaram 84% dos chutes de campo (200 de 236), em 2015 foram 83,5% (201 de 240).

O único número que mudou mas não é alarmante foi o de erros no ponto extra derivado da mudança da regra que agora é chutado na marca de 33 jardas ao invés das 20 como sempre. Foram 17 chutes errados até agora na temporada, comparado com 8 em todo ano passado, mas esse percentual ainda é ótimo 94,1%,  bem menor comparado ao 99% do ano passado. No total de chutes por temporada não muda muita coisa, mas em um domingo qualquer, pode definir uma partida.

O número que mais me incomoda e onde eu acho que está o segredo do sucesso ou insucesso é o número de novos nomes e não continuidade de kickers em seus times. Principalmente em times ruins.

Onze times mudaram de kicker durante a pré-temporada, curiosamente, os que vêm errando mais esse ano, três times já despediram os seus chutadores durante as primeiras 4 semanas.

Apenas 12 times possuem o mesmo kicker desde 2012.

O kicker Jason Elam que jogou 17 anos na liga e terminou a carreira com o percentual de acerto de 80,5% disse que os times hoje em dia exigem que o kicker acerte pelo menos 90% dos chutes e estão sem paciência, despedindo rapidamente. Sete jogadores tiveram um percentual maior que 90% no ano passado.

Não dá para esperar uma decisão correta de um diretor de time sobre a permanência ou não de um kicker se ele não toma uma decisão correta nas outras posições que ele presta mais atenção, mas ele poderia tentar pelo menos.

Kickers jovens como o brasileiro Cairo Santos tem seu lugar na liga, mas experiência, tranquilidade, apoio do time e confiança são fundamentais para essa posição.

A pressão da posição já é óbvia, vinda do comando, só piora.

Já se vê uma mudança na confiança do time em Cairo e do próprio jogador em seu segundo ano. No caso do Kansas City Chiefs valeu a aposta, Ryan Succop acertou 76% em 2013, Cairo Santos acertou 83,3%, mas não é sempre o caso.

Essas mudanças em Jacksonville, Washington, Houston, Tampa, Miami, não.

Confiança e consistência são os fatores principais que fazem o kicker ter vida longa na NFL.

Enquanto os gerentes de time e treinadores não derem o valor e importância ao kicker, dar continuidade e junto com o jogador construir confiança, vai continuar essa roleta russa e nervosas tardes de domingo.

Para terminar, treinadores da NFL, parem de tentar “congelar” o kicker, você só está dando mais tempo para o time adversário se posicionar corretamente , muitas vezes um chute de treinamento e mais tempo para que o kicker identifique melhor a distância e ângulo correto, e vença a partida contra o seu time.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: